×

Utilize o teclado para navegar, com Ctrl + nº da tecla

Ctrl + 1 (menu) Ctrl + 2 (conteúdo) Ctrl+ 3 (busca) Ctrl + 4 (mapa) Ctrl + 0 (acessibilidade)

A +

A -

Padrão


Original

Contraste

Projeto sobre igualdade racial de Mostardas é aprovado

Data de publicação: 27 de julho de 2018


Ministério dos Direitos Humanos, por meio da Secretaria Nacional de Políticas de Promoção da Igualdade Racial (Seppir), publicou nesta terça-feira (24/07) o resultado final do Edital nº 01/2018, referente ao Sistema Nacional de Promoção da Igualdade Racial (Sinapir).

O município de Mostardas foi contemplado com o projeto "Apoio às Atividades de Promoção da Igualdade Racial", com recursos na ordem de R$ 124.000,00, sendo um dos 12 projetos aprovados

Conforme Jorge Amaro, Secretário de Coordenação e Planejamento "A proposta apresentada pelo Município segue um conjunto de políticas estabelecidas e visa fortalecer as políticas públicas locais, como também estabelecer relações na região, a partir do fortalecimento de fóruns de debates regionais que fomentem o empoderamento e participação da população negra na indução das políticas públicas de promoção da igualdade racial em Mostardas. Hoje somos referência na região nesta temática na valorização da cultura e da identidade quilombola."

As ações do projeto irão abranger todo o território do município de Mostardas, privilegiando as comunidades quilombolas e a população negra do campo e da cidade bem como toda a região do Litoral Norte e Médio do RS (Arroio do Sal, Balneário Pinhal, Capão da Canoa, Capivari do Sul, Caraá, Cidreira, Dom Pedro de Alcântara, Imbé, Itati, Mampituba, Maquiné, Morrinhos do Sul, Osório, Palmares do Sul, Terra de Areia, Torres, Tramandaí, Três Cachoeiras, Três Forquilhas, Xangri-lá, Tavares e São José do Norte) através de ações articuladas de forma transversal com os espaços socioambientais (Comitês de Bacia, Unidades de Conservação).Para isso, será adquirido veículo e equipamentos para apoio as ações junto as comunidades quilombolas de Mostardas, bem como apoio ao conselho e ao órgão gestor das políticas de igualdade racial.

Segundo dados de diagnóstico, produzido pela SEPPIR, datado de julho/2012, sobre as ações realizadas pelo Programa Brasil Quilombola, estima-se existirem 214 mil famílias quilombolas em todo o Brasil e mais 1,17 milhão de quilombolas. Atualmente, há no país 1.948 comunidades quilombolas reconhecidas oficialmente pelo Estado brasileiro, sendo que 1.834 são certificadas pela Fundação Cultural Palmares (FCP). A maioria das comunidades (63%) encontra-se localizada na Região Nordeste do Brasil.

O “litoral negro” do Rio Grande do Sul é formado por uma faixa de terras situada entre a Laguna dos Patos e o Oceano Atlântico, compreende as cidades de São José do Norte, Tavares, Mostardas e Palmares do Sul. Atualmente, nesta região, há oito comunidades quilombolas reconhecidas pela Fundação Palmares: Vila Nova em São José do Norte; Capororocas, Anastácia Machado e Vó Marinha em Tavares; Casca, Colodianos e Teixeiras em Mostardas; Limoeiro em Palmares do Sul.

Projetos aprovados: 

http://www.mdh.gov.br/todas-as-noticias/2018/julho/mdh-divulga-resultado-final-do-edital-no-01-2018-do-sinapir

 

© Copyright 2018 - Direitos reservados à Prefeitura de Mostardas/RS

topo