×

Utilize o teclado para navegar, com Ctrl + nº da tecla

Ctrl + 1 (menu) Ctrl + 2 (conteúdo) Ctrl+ 3 (busca) Ctrl + 4 (mapa) Ctrl + 0 (acessibilidade)

A +

A -

Padrão


Original

Contraste

SALA VERDE: projeto de Mostardas é aprovado!

Fonte: Assessoria de Comunicação Social (Ascom/MMA) Data de publicação: 23 de maio de 2018


Ministério do Meio Ambiente (MMA) divulga nesta sexta-feira o resultado da chamada pública com os nomes das entidades selecionadas a se tornarem Salas Verdes com a chancela do ministério. Foram 11 projetos aprovados no Rio Grande do Sul. O Município de Mostardas, através da Secretaria do Meio Ambiente foi um dos selecionados estando apto, agora para receber livros e materiais didáticos sobre meio ambiente que serão disponibilizados na Biblioteca Mathias Azambuja Velho!

Nesta chamada, foram selecionadas 243 entidades que estão aptas a se tornarem Salas Verdes. O Departamento de Educação Ambiental do MMA esclarece, no entanto, que o número pode subir, já que ainda há entidades com pendências de documentação. Até o momento, no total, já são 553 entidades em todo o país habilitadas pelo projeto.

As salas Verdes são espaços de múltiplas potencialidades, como disponibilizar acesso e democratizar as informações, desenvolver atividades de educação ambiental como cursos, palestras, oficinas, eventos, encontros, reuniões e campanhas de conscientização.

De acordo com o projeto, podem ter Salas Verdes as secretarias municipais de Meio Ambiente e Educação, unidades de conservação, organizações governamentais e não governamentais e organizações da sociedade civil de interesse público.

CONTRAPARTIDA

As instituições selecionadas entram com o espaço físico, equipe, equipamentos e demais recursos. Em contrapartida, o MMA chancela as atividades educacionais, divulga as ações voltadas para o projeto e oferece formação a distância e materiais educativos em formato digital.

Após a seleção, as instituições devem manter as informações das novas Salas Verdes atualizadas, enviando eventuais alterações para o Ministério do Meio Ambiente. A chancela terá a vigência a partir da data de publicação dos resultados da seleção, por tempo indeterminado, desde que apresentados, anualmente e quando solicitados, dados e relatórios referentes às atividades realizadas pelas Salas Verdes chanceladas.

projeto Salas Verdes foi instituído no ano 2000, com o objetivo de atender às demandas de inúmeras instituições que buscavam no Ministério do Meio Ambiente publicações para subsidiar suas ações de Educação Ambiental.

© Copyright 2018 - Direitos reservados à Prefeitura de Mostardas/RS

topo